Voltar

Informativo Diário

08/09/2021

COM FERIADO NOS EUA, SOJA FICA SEM SEU PRINCIPAL REFERENCIAL E MERCADO TEM DIA LENTO NO PAÍS

Na segunda-feira, o mercado interno de soja iniciou a semana travado nas diversas praças de negociação do país. Por conta do feriado nacional norteamericano do Labor Day (Dia do Trabalhador), o mercado esteve sem seu principal referencial, somente indicações nominais de preços foram reportadas e praticamente não houve participação dos agentes. O câmbio chegou a operar acima do patamar de R$ 5,20 por dólar, mas encerrou com ligeiras perdas. Os prêmios seguem nominais, ficando entre US$ 2,15 e US$ 2,40 por bushel na posição novembro/21 e entre US$ 0,25 e US$ 0,28 por bushel na posição março/22.

RS: preços apenas nominais em um mercado vazio de ofertas. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de outubro, indicações na faixa de R$ 170 por saca CIF. No interior do estado, indicações até R$ 166 por saca FOB para embarque e pagamento dentro do mês de setembro.

PR: mercado calmo e cotações nominais no estado. Para embarque e pagamento em meados de fevereiro/22, indicações entre R$ 157 e R$ 157,50 por saca CIF na região portuária. Na região oeste, indicações de compra até R$ 168,50 por saca para embarque e pagamento em meados de outubro, porém sem contrapartida de venda.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CBOT), não houve negociações nessa segunda-feira devido ao feriado nacional norte-americano do Labor Day (Dia do Trabalhador).

• As negociações retornam ao normal nesta terça-feira (7), com as atenções voltadas para o clima e a evolução das lavouras americanas, além de repercutir ainda os problemas causados para os embarques americanos após a passagem do furacão Ida.

• Dois relatórios do USDA merecem atenção na sexta: as inspeções semanais de exportação e o de desenvolvimento das lavouras americanas.


CHINA O mercado chinês teve um dia de poucos negócios, aguardando novidades vindo dos Estados Unidos. A ausência de pregão em Chicago hoje, devido ao feriado nos Estados Unidos, retirou liquidez da movimentação. Os negociadores acompanham e aguardam evolução em termos de logística nos terminais portuários americanos. Mas avaliam como pequenos os avanços obtidos até o momento, após a passagem do furacão Ida. Os preços subiram na China, apesar da baixa liquidez no mercado local. A Platts indica preço da soja na China para outubro a US$ 621,99 por tonelada, com ganho de US$ 3,86 por tonelada.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em R$ 5,1760, com queda de 0,17%. A sessão foi marcada pelas expectativas do mercado com as manifestações desta terça, Independência do Brasil. Devido ao feriado nos Estados Unidos, todas as atenções se voltaram para o cenário doméstico, em um mercado cauteloso. De acordo com o economista da Tendências Consultoria, Silvio Campos, "a queda do dólar é mais um ajuste técnico, mas em curto prazo existe uma tendência altista. Os fatores internos como as manifestações previstas para o feriado, além das questões fiscais e políticas, tornam o ambiente delicado".


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax