Voltar

Informativo Diário

06/08/2021

PREÇOS DA SOJA OSCILAM DE FORMA MISTA E COMERCIALIZAÇÃO SEGUE TRAVADA NO PAÍS

Na quinta-feira, o mercado interno de soja esteve calmo nas principais praças de negociação do país. Diante de dois momentos distintos, a commodity iniciou o pregão com preços mais fracos no físico, acompanhando a firme queda do câmbio. Já na parte da tarde, a moeda norte-americana operava praticamente estável, enquanto Chicago registrava ganhos significativos, possibilitando o avanço das cotações domésticas. Ainda assim, a ponta vendedora permanece retraída e somente lotes pontuais foram comercializados no país.

RS: dia de pouca movimentação em um mercado com preços de estáveis a mais baixos. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de setembro/21, indicações de compra na faixa de R$ 169 por saca CIF, enquanto no spot a indicação fica em R$ 168,50. No interior do estado, indicações até R$ 164 por saca FOB para embarque e pagamento em meados de setembro.

PR: houve queda nos preços em um mercado pouco ofertado. Para embarque imediato e pagamento em meados de setembro deste ano, indicações de compra entre R$ 168,50 e R$ 169 por saca CIF na região portuária. Na região oeste, indicações de compra na faixa de R$ 162,50 por saca para embarque imediato e pagamento em meados de agosto deste ano, porém sem contrapartida de venda.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam mistos no grão, em alta no farelo e em queda no óleo na quinta-feira. Nas posições spot, perdas de 0,07% no grão e de 0,47% no óleo, e ganhos de 1,07% no farelo. No melhor momento do dia, o contrato agosto/21 do grão atingiu a máxima de US$ 14,15 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 14,0250 por bushel. Por volta das 13h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 11,25 pontos nos principais vencimentos. O vencimento novembro/21 operava com ganhos de 7,75 ponto, com negócios a US$ 13,3350 por bushel.

• Após iniciar o dia em baixa, o mercado se recuperou, com base em sinais de aquecimento da demanda americana e no cenário melhor no âmbito financeiro, principalmente a boa alta do petróleo.

• As posições iniciaram sob pressão, com as indicações de clima favorável nos Estados Unidos e sinais fracos de demanda pela soja americana. Mas esse cenário se alterou a partir das vendas semanais americanas, que ficaram dentro do esperado, mas perto do patamar máximo das estimativas. O anuncio de uma venda por parte dos exportadores privados e a consolidação da recuperação financeira consolidaram o movimento de alta.

• Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 300 mil toneladas de soja em grão para destinos não revelados. A entrega está programada para a temporada 2021/22.

• As exportações líquidas norte-americanas de soja, referentes à temporada 2020/21, com início em 1 de setembro, ficaram em 11.400 toneladas na semana encerrada em 29 de julho. Representa um recuo de 33% sobre a média das últimas quatro semanas. Vietnã liderou as importações, com 37.200 toneladas.

• Para 2021/22, foram mais 424.800 toneladas. Os analistas esperavam exportações entre 150 mil e 600 mil toneladas, somando-se as duas temporadas.

• As exportações de soja dos Estados Unidos em junho totalizaram 927,2 mil toneladas, conforme dados do Departamento do Comércio dos Estados Unidos. Em maio, o volume havia sido de 1,27 milhão de toneladas. Em junho do ano passado, o total embarcado tinha sido de 1,8 milhão de toneladas.


CHINA Autoridades de saúde de Pequim anunciaram que a cidade vai cancelar todos os grandes eventos durante o restante de agosto, de acordo com a mídia estatal, um novo sinal da ruptura econômica devido à rápida disseminação da variante Delta. As informações são da agência de notícias "Dow Jones". A China enfrenta uma série de surtos de covid-19 causados por essa cepa desde meados julho e novos casos aumentaram para 62 em todo o país na quarta-feira, de acordo com a Comissão Nacional de Saúde do país. Os eventos foram cancelados após autoridades confirmarem três casos de transmissão local do vírus pela variante Delta.


CÂMBIO Após uma manhã de queda, na sessão desta tarde a moeda norte-americana guinou para uma trajetória de alta e seguiu assim até o final, cotada a R$ 5,2170, subindo 0,55%. A postura mais enérgica do Comitê de Política Monetária (Copom) não foi suficiente para arrefecer o mercado diante das incertezas políticas e fiscais brasileiras.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax