Voltar

Informativo Diário

10/11/2021

EM DIA DE USDA, CHICAGO TEM FIRME ALTA, MAS QUEDA DO DÓLAR TRAVA MERCADO

Na terça-feira, o mercado interno de soja esteve bastante lento nas principais praças de negociação do país. Com a divulgação do relatório de novembro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a commodity registrou ganhos significativos e interrompeu uma série de quatro pregões consecutivos de perdas acentuadas, mas permaneceu abaixo do patamar de US$ 12,00 por bushel. Em contraponto, a moeda norte-americana recuou firmemente, fechando abaixo de R$ 5,50 por dólar pela primeira vez em aproximadamente um mês. Diante disso, apenas negócios pontuais foram reportados, com a ponta vendedora temendo novas quedas.

RS: cotações apenas nominais em um mercado bastante lento. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de junho/22, indicações de compra entre R$ 154 e R$ 156 por saca CIF. No interior do estado, indicações até R$ 161,50 por saca FOB para embarque e pagamento no final do mês de novembro.

PR: mercado bastante lento e preços apenas nominais no estado. Para embarque imediato e pagamento no final do mês de novembro, indicações de compra entre R$ 160 e R$ 161 por saca CIF na região portuária. Na região oeste do estado, indicações nominais na faixa de R$ 156 por saca para embarque e pagamento também no final do mês de novembro.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em alta no grão, no farelo e no óleo na terça-feira. Nas posições spot, ganhos de 1,82% no grão, de 3,22% no farelo e de 0,72% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato novembro/21 do grão atingiu a máxima de US$ 12,1375 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 11,9950 por bushel. Por volta das 13h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 30 pontos nos principais vencimentos. O vencimento março/22 operava com ganhos de 30 pontos, com negócios a US$ 12,30 por bushel.

• O mercado pôs fim a uma sequência de quatro sessões de perdas, refletindo o supreendente e altista relatório de novembro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

• O relatório indicou que a safra norte americana de soja deverá ficar em 4,425 bilhões de bushels em 2021/22, o equivalente a 120,43 milhões de toneladas. O mercado esperava safra de 4,480 bilhões ou 121,92 milhões. Em outubro, a indicação era de 4,448 bilhões de bushels ou 121,05 milhões de toneladas.

• A produtividade foi cortada de 51,5 bushels por acre para 51,2 bushels, enquanto o mercado estimava 51,9 bushels por acre.

• Os estoques finais estão projetados em 340 milhões de bushels ou 9,25 milhões de toneladas. O mercado apostava em carryover de 360 milhões ou 9,78 milhões de toneladas. No mês passado, os estoques finais estavam estimados em 320 milhões de bushels ou 8,7 milhões de toneladas.

• O USDA indicou esmagamento em 2,190 bilhões de bushels e exportação de 2,050 bilhões. Em outubro, os números eram de 2,190 bilhões e 2,090 bilhões, respectivamente.


CHINA O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) alertou que os problemas no setor imobiliário da China podem afetar os mercados globais e a economia norte-americana, representando riscos de curto prazo à estabilidade financeira, assim como incertezas relativas à pandemia do novo coronavírus. "As tensões no setor imobiliário da China podem prejudicar o sistema financeiro chinês, com possíveis repercussões para os Estados Unidos", de acordo com o Fed em seu relatório bianual de Estabilidade Financeira, ao destacar os riscos de curto prazo ao sistema financeiro.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em R$ 5,4910, com queda de 0,92%. A sessão de hoje foi majoritariamente pautada pela tensão que envolve a votação da PEC dos Precatórios, com o governo lutando para conseguir encaixar os auxílios sociais no orçamento de 2022. Para o chefe da mesa de câmbio da Terra Investimentos, Vanei Nagem, "independente do resultado, o mercado não está confortável com a quebra do teto. O Auxílio Brasil poderia ter sido menor. Todos nós saímos perdendo".


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax