Voltar

Informativo Diário

14/05/2021

SOJA DERRETE EM CHICAGO, PREÇOS TÊM FIRME QUEDA NO FÍSICO E MERCADO TEM DIA TRAVADO

Na quinta-feira, o mercado interno de soja ficou travado nas diversas praças de negociação do país. Após alcançar os melhores níveis em aproximadamente doze anos, a commodity registrou perdas acima dos 50 pontos em Chicago, os preços físicos derreteram e boa parte dos agentes estiveram fora de mercado. A firme queda dos prêmios, que estão entre - US$ 0,45 e -US$ 0,40 por bushel na posição julho/21, também contribui para o recuo das cotações.

RS: negócios escassos e preços recuando no estado. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de julho/21, indicações de compra entre R$ 181 e R$ 181,50 por saca CIF, enquanto no spot a indicação fica em R$ 179. No interior do estado, comprador indicando entre R$ 174 e R$ 175 por saca FOB para embarque e pagamento curtos.

PR: cotações mais fracas e mercado bastante lento. Para embarque e pagamento em meados de julho/21, indicações nominais de compra na faixa de R$ 181 por saca CIF na região portuária. Na região oeste, indicações nominais de compra na faixa de R$ 169 por saca para embarque e pagamento em meados de junho deste ano, porém sem contrapartida de venda.


CHICAGO(CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em queda no grão e no farelo, e mistos no óleo na quintafeira. Nas posições spot, perdas de 2,90% no grão, de 6,07% no farelo e de 0,90% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato julho/21 do grão atingiu a máxima de US$ 16,4525 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 15,84 por bushel. Por volta das 14h (Brasília), a soja operava com perdas de até 55,5 pontos nos principais vencimentos. O vencimento agosto/21 operava com perdas de 47,25 pontos, com negócios a US$ 15,2525 por bushel.

• Após atingir ontem o maior patamar em quase 12 anos, o mercado sucumbiu a um movimento de realização de lucros. Alguns fatores ajudaram a acentuar a correção. O mercado acelerou as vendas diante de notícias que indicam que o tráfego de navios e barcaças no Rio Mississippi está sendo bloqueado pela guarda costeira norte-americana devido a um problema estrutural em uma ponte que passa sobre o rio.

• "O bloqueio traz problemas para o escoamento dos grãos produzidos no cinturão produtor norte-americano. Embora a maior parte das exportações norte-americanas de soja desta temporada já tenham acontecido, a falta de prazo para a liberação do tráfego faz o mercado especular sobre possíveis problemas futuros para o escoamento da nova safra norte-americana, além de uma possível menor demanda internacional por grãos norte-americanos, caso o bloqueio persista por vários dias/semanas", explica o analista de SAFRAS & Mercado, Luiz Fernando Roque.

• A forte baixa do petróleo, as preocupações com os índices inflacionários nos Estados Unidos, os fracos embarques semanais americanos e o desapontamento com o relatório de maio do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, divulgado ontem, completaram o quadro negativo para as cotações.


CHINA Os resultados de um censo que ocorre uma vez por década apresentam à China e ao seu presidente, Xi Jinping, uma escolha decisiva: liberar os controles do partido sobre o planejamento familiar e a imigração, ou manter as políticas e arriscar um declínio no crescimento econômico. As informações são da agência de notícias "Dow Jones". Na terça-feira, o governo da China disse que os nascimentos caíram pelo quarto ano consecutivo em 2020 e que a taxa geral de crescimento populacional quase parou, com o número total de pessoas chegando a 1,41 bilhão. Quase 20% dos cidadãos têm 60 anos ou mais.


CÂMBIO O dólar comercial encerrou o dia em alta de 0,13%, negociado a R$ 5,3130 para venda. A divisa passou boa parte da sessão em queda, mas passou a operar em alta com declarações ocorridas na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da pandemia e com fala de membros do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), dizendo que os dados de inflação e emprego são temporários no país.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax