Voltar

Informativo Diário

09/07/2021

COTAÇÕES SEGUEM AVANÇANDO NO FÍSICO, MAS COMERCIALIZAÇÃO PERMANECE ARRASTADA NO PAÍS

Na quinta-feira, o mercado interno de soja permaneceu calmo nas principais praças de negociação do país. Chegando no meio-pregão com ganhos acima dos 14 pontos em Chicago, a commodity perdeu força e encerrou no campo negativo, com exceção do contrato julho/21 que fechou com ligeiros ganhos. Já o câmbio segue avançando, operando acima do patamar de R$ 5,30 ao longo do dia e contribuindo para o avanço dos preços no mercado físico. Apesar do avanço nas cotações domésticas, os agentes seguem cautelosos e somente lotes pontuais foram comercializados no país.

RS: houve alta nos preços em um mercado pouco movimentado. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de agosto/21, indicações nominais de compra entre R$ 166,50 e R$ 167,50 por saca CIF, enquanto no spot a indicação fica em R$ 165,50. No interior do estado, indicações entre R$ 159,50 e R$ 160,50 por saca FOB para embarque e pagamento curtos.

PR: mercado calmo e cotações avançando no estado. Para embarque e pagamento em meados de agosto deste ano, indicações nominais de compra entre R$ 166,50 e R$ 167,50 por saca CIF na região portuária. Na região oeste, indicações de compra na faixa de R$ 158,50 por saca para embarque e pagamento em meados de julho/agosto deste ano, porém sem contrapartida de vendas.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam mistos no grão e no farelo, e em queda no óleo na quinta-feira. Nas posições spot, ganhos de 0,27% no grão, e perdas de 0,53% no farelo e 0,78% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato julho/21 do grão atingiu a máxima de US$ 13,9875 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 13,9025 por bushel. Por volta das 13h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 14,25 pontos nos principais vencimentos. O vencimento agosto/21 operava com ganhos de 14,25 pontos, com negócios a US$ 13,81 por bushel.

• O fraco desempenho de outros mercados e o clima favorável às lavoura americanas determinaram a queda nas cotações.

• A preocupação com uma nova onda de covid em termos globais reforçou os temores em torno da recuperação da economia mundial. As bolsas de valores caíram e empurraram as commodities para o território negativo.

• Em relação ao clima nos Estados Unidos, os boletins indicam temperaturas e chuvas adequadas nos próximos dias, encaminhando a boa evolução da planta e sinalizando uma safra cheia.

• Para amanhã, o mercado aguarda os números para as exportações semanais americanas. A previsão é de um número entre 200 mil e 775 mil toneladas. Para a próxima semana, a expectativa se volta para o relatório de julho do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

• O USDA deve reduzir a sua estimativa para a safra de soja dos Estados Unidos em 2021/22. Analistas consultados pelas agências internacionais apostam em produção de 4,374 bilhões de bushels em 2021/22. Em junho, a previsão ficou em 4,405 bilhões de bushels. No ano passado, a produção foi de 4,135 bilhões.

• Para os estoques, o mercado aposta estimativa de 140 milhões. Em junho, o USDA indicou estoques em 155 milhões de bushels. A previsão para 2020/21 deverá passar de 135 milhões para 136 milhões de bushels.

• Em relação ao quadro de oferta e demanda mundial da soja, o mercado aposta em estoques finais 2021/22 de 92,3 milhões de toneladas, contra 92,6 milhões estimados em junho. Para 2020/21, a previsão deverá passar de 88 milhões para 87,6 milhões de toneladas.

• A produção brasileira de soja em 2020/21 deverá ter sua estimativa mantida em 137 milhões de toneladas. A safra argentina pode ter corte, passando de 47 milhões para 46,4 milhões de toneladas.


CHINA Uma agência poderosa que o presidente da China, Xi Jinping, criou durante seu primeiro mandato para policiar a internet está assumindo um novo papel: regulamentar as empresas chinesas listadas nos Estados Unidos. As informações são da agência de notícias "Dow Jones". A Administração do Ciberespaço da China, que se reporta a um grupo de liderança central presidido por Xi, está assumindo um papel de liderança na iniciativa recém-anunciada de Pequim para fortalecer a supervisão interagências de empresas listadas no exterior, especialmente aquelas negociadas nos Estados Unidos, e para tornar as regras mais rígidas para futuras listagens estrangeiras, de acordo com pessoas com conhecimento do assunto.


CÂMBIO O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,34%, a R$ 5,2560 para venda, refletindo o cenário político brasileiro que passa por uma crise diante da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da pandemia no Senado. Além disso, o cenário externo influenciou fortemente para essa alta com forte aversão ao risco.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax