Voltar

Informativo Diário

12/11/2021

DÓLAR TEM FIRME QUEDA, PREÇOS VOLTAM A CEDER E FÍSICO PERMANECE TRAVADO NO PAÍS

Na quinta-feira, o mercado interno de soja esteve bastante lento nas principais praças de negociação do país. Encerrando no menor patamar desde o início do mês de outubro desse ano, a moeda norte-americana registrou perdas acentuadas, pressionando as cotações domésticas. A divisa chegou a operar nos níveis de R$ 5,38 por dólar durante a sessão. Em contraponto, a commodity enfileirou o terceiro pregão consecutivo de ganhos em Chicago, com praticamente todos os contratos se estabelecendo acima dos US$ 12,00 por bushel e evitando uma queda mais consistente das cotações domésticas. Temendo novas desvalorizações, a ponta vendedora tem demonstrado maior interesse, mas o comprador, já abastecido, mantém a postura de cautela e a comercialização permanece arrastada.

RS: dia de pouca movimentação em um mercado com cotações apenas nominais. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de junho/22, indicações de compra entre R$ 156 e R$ 158 por saca CIF. No interior do estado, indicações até R$ 159 por saca FOB para embarque e pagamento no final do mês de novembro.

PR: mercado pouco agitado e preços apenas nominais no estado. Para embarque imediato e pagamento em meados do mês de dezembro, indicações de compra entre R$ 158,50 e R$ 159,50 por saca CIF na região portuária. Na região oeste do estado, indicações nominais na faixa de R$ 155 por saca para embarque e pagamento no mesmo período.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam mistos no grão, no farelo e no óleo na quinta-feira. Nas posições spot, ganhos de 0,72% no grão e de 0,61% no farelo. O óleo encerrou estável. No melhor momento do dia, o contrato novembro/21 do grão atingiu a máxima de US$ 12,17 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 12,1225 por bushel. Por volta das 14h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 6,50 pontos nos principais vencimentos. O vencimento março/22 operava com ganho de 1,75 pontos, com negócios a US$ 12,3075 por bushel.

• Em dia volátil, o mercado consolidou na parte final da sessão, ainda sustentado pelo corte na estimativa de safra dos Estados Unidos, indicado na terça no relatório de novembro do Departamento de Agricultura americano, o USDA.

• Para amanhã, as atenções se voltam para o relatório com as exportações semanais americanas. A previsão do mercado indica vendas entre 600 mil e 1,8 milhão de toneladas.


CHINA A incorporadora chinesa Evergrande Group, com problemas de liquidez, evitou no último minuto um default pela terceira vez no último mês, e vários detentores de títulos haviam recebido pagamentos de cupons atrasados. As informações são da agência de notícias "Dow Jones". As ações do China Evergrande Group, que estão listadas em Hong Kong, subiram 5,49%, após a notícia. O meio de comunicação chinês "Cailianshe" relatou que vários detentores de títulos receberam os pagamentos de juros sobre as três tranches de títulos que tiveram um total de mais de US$ 148 milhões que venceram no mês passado. Os pagamentos foram feitos ao final de um período de carência de 30 dias que terminou na quarta-feira, como acontece com dois pagamentos de cupons no exterior que venciam no final de setembro e cujos prazos de carência terminaram no final do mês passado.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em R$ 5,4040, com queda de 1,76%. Impactado por uma menor liquidez devido ao feriado nos Estados Unidos e momentânea calmaria fiscal no âmbito doméstico, o real terminou a sessão fortalecido. Segundo o economista da Guide Investimentos, Alejandro Ortiz, "parece que o mercado cansou de cair, e uma queda adicional precisaria de um cenário ainda pior". O economista acredita que o furo no teto já foi precificado pelo mercado e que, a não ser que surjam novos ruídos, a situação está menos turbulenta: "Acho que o pior do fiscal já passou, no mês de outubro", opina Ortiz. Ele pontua, porém, que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios não terá vida fácil no Senado.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax