Voltar

Informativo Diário

18/11/2021

SOJA SOBE MAIS DE 30 PONTOS EM CHICAGO DURANTE O DIA, PREÇOS DISPARAM E NEGÓCIOS RAZOÁVEIS SEGUEM SENDO REPORTADOS NO PAÍS

Na quarta-feira, o mercado interno de soja apresentou movimentação razoável nas diversas praças de negociação do país. Com ganhos acima dos 30 pontos em Chicago no melhor momento do dia, os preços físicos da commodity seguem disparando e negócios razoáveis continuam sendo reportados no país. A moeda norte-americana enfileirou o terceiro pregão consecutivo de ganhos, permanecendo acima dos R$ 5,50 por dólar e contribuindo para o avanço das cotações domésticas. Aproveitando o bom momento e se preparando para a colheita do grão, a ponta vendedora segue presente no mercado. Rumores apontam pelo menos 150 mil toneladas de soja trocando de mãos durante a sessão.

RS: dia de alta nos preços em um mercado agitado. Na região portuária do estado, para embarque imediato e pagamento no final do mês de dezembro deste ano, indicações de compra entre R$ 172,50 e R$ 173,50 por saca CIF. No interior do estado, indicações até R$ 168 por saca FOB para embarque e pagamento em meados do mês de dezembro.

PR: negócios razoáveis reportados em dia de preços mais altos no estado. Para embarque imediato e pagamento em meados do mês de janeiro de 2022, indicações de compra entre R$ 169,50 e R$ 170 por saca CIF na região portuária. Para 2023, rumores de negócios na faixa de R$ 171 e R$ 172, também na região portuária. Na região oeste do estado, indicações nominais na faixa de R$ 164 por saca para embarque e pagamento no mesmo período. Ao todo, pelo menos 50 mil toneladas de soja foram comercializadas no estado.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em forte alta no grão e no farelo, e mistos no óleo na quarta-feira. Nas posições spot, ganhos de 2,05% no grão, de 1,95% no farelo e de 0,10% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato janeiro/22 do grão atingiu a máxima de US$ 12,8925 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 12,77 por bushel. Por volta das 14h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 29 pontos nos principais vencimentos. O vencimento março/22 operava com ganhos de 28 pontos, com negócios a US$ 12,9125 por bushel.

• Sinais de demanda aquecida e preocupações com a inflação nos Estados Unidos colocaram as cotações nos melhores níveis em quase sete semanas. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou nova venda de 132 mil toneladas de grãos por parte de exportadores privados para a China. Mais 30 mil toneladas de óleo foram negociadas para a India. Foi o quarto dia seguindo com anúncio de vendas. Amanhã, o USDA divulga o relatório semanal de exportações. O mercado aposta em um número entre 1 milhão e 1,8 milhão de toneladas. Outro fator de sustentação continua sendo o desempenho global dos óleos vegetais em meio a um aperto na oferta mundial.


ARGENTINA O Banco Central da República Argentina (BCRA) reconheceu que um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) ajudará a melhorar as expectativas de sustentabilidade do setor externo e a conter as pressões cambiais e a inflação. Em seu relatório trimestral de Política Monetária (IPOM) de julho a setembro, a entidade monetária informou que, pela primeira vez em 10 anos, as exportações ficaram próximas do recorde observado em 2011. As exportadas aumentaram 33% em relação ao quarto trimestre de 2020, alcançando assim no terceiro trimestre um patamar 5% superior à média de 2019.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em R$ 5,5260, com alta de 0,49%. A moeda norte-americana foi fortemente pressionada pela situação fiscal doméstica, tendo a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios como protagonista, mantendo uma situação de incertezas que se arrastam há meses. Para a equipe de analistas da Ouro Preto Investimentos, "o fiscal não é resolvido e o Bolsonaro cria ainda mais incertezas com intenções populistas para 2022". Caso o mercado tivesse a segurança que o rombo não seria maior que os R$ 90 bilhões, a situação seria diferente: "Qual vai ser a próxima classe a ser beneficiada?", indaga a Ouro Preto.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax