Voltar

Informativo Diário

12/08/2021

PREÇOS ENCERRAM DE ESTÁVEIS A MAIS ALTOS E MERCADO PERMANECE LENTO NO PAÍS

Na quarta-feira, o mercado interno de soja esteve arrastado nas diversas praças de negociação do país. Chicago e dólar registraram ligeiros ganhos ao longo do dia, fazendo com que os preços oscilassem de estáveis a mais altos no mercado físico. Ainda com pouca atratividade nas cotações, a ponta vendedora permanece retraída e somente lotes pontuais seguem sendo comercializados no país.

RS: dia de alta nos preços em um mercado pouco movimentado. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de setembro/21, indicações de compra na faixa de R$ 172,50 por saca CIF, enquanto no spot a indicação fica em R$ 170,50. No interior do estado, indicações até R$ 167,50 por saca FOB para embarque e pagamento em meados de setembro.

PR: mercado pouco movimentado e cotações firmes no estado. Para embarque imediato e pagamento em meados de setembro deste ano, indicações de compra entre R$ 171,50 e R$ 172 por saca CIF na região portuária. Na região oeste, indicações de compra na faixa de R$ 166 por saca para embarque imediato e pagamento em meados de agosto deste ano, porém sem contrapartida de venda.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam mistos no grão e no óleo, e em queda no farelo na quarta-feira. Nas posições spot, perdas de 2,90% no grão, de 1,35% no farelo e de 2,87% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato agosto/21 do grão atingiu a máxima de US$ 14,44 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 14,0550 por bushel. Por volta das 13h (Brasília), a soja operava com perdas de até 16,50 pontos nos principais vencimentos. O vencimento novembro/21 operava com ganhos de 3,75 pontos, com negócios a US$ 13,4050 por bushel.

• A elevação foi moderada, com as cotações abaixo das máximas do dia. Os agentes seguiram posicionando carteiras frente ao relatório de agosto do USDA, amanhã. O Departamento deve reduzir a sua estimativa para a safra de soja dos Estados Unidos em 2021/22.

• Analistas consultados pelas agências internacionais apostam em produção de 4,360 bilhões de bushels em 2021/22. Em julho, a previsão ficou em 4,405 bilhões de bushels. No ano passado, a produção foi de 4,135 bilhões.

• Para os estoques, o mercado aposta em estimativa de 151 milhões. Em julho, o USDA indicou estoques em 155 milhões de bushels. A previsão para 2020/21 deverá passar de 135 milhões para 147 milhões de bushels.

• Em relação ao quadro de oferta e demanda mundial da soja, o mercado aposta em estoques finais 2021/22 de 94,8 milhões de toneladas, contra 94,5 milhões estimados em julho. Para 2020/21, a previsão deverá seguir em 91,5 milhões de toneladas.

• Sinais de demanda pela soja americana ajudaram na sustentação da maioria dos contratos, com o USDA anunciando mais uma venda de 132 mil toneladas por parte dos exportadores privados para a China. Amanhã, além do relatório mensal, o mercado volta suas atenções aos números de embarques semanais, com expectativa de vendas líquidas entre 450 mil e 900 mil toneladas.

• As chuvas recentes no Meio Oeste favoreceram as lavouras e ajudaram a limitar a alta de hoje.


CHINA Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 132.000 toneladas de soja em grão para a China. A entrega está programada para a temporada 2021/22. Toda operação envolvendo a venda de volume igual ou superior a 100 mil toneladas do grão, feita para o mesmo destino e no mesmo dia, tem que ser reportada ao USDA.


CÂMBIO O dólar comercial fechou o dia cotado a R$ 5,2200, com alta de 0,46%. Com viés de alta desde o início da manhã, após o anúncio dos resultados positivos na inflação norte-americana medida em julho - além das já recorrentes incertezas fiscais e políticas que assolam o cenário doméstico -, o dólar seguiu um estável ritmo de crescimento durante a quarta-feira.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax