Voltar

Informativo Diário

05/07/2021

SOJA TEM DIA VOLÁTIL, PREÇOS TÊM OSCILAÇÃO MISTA E COMERCIALIZAÇÃO REDUZ O RITMO NO PAÍS

Na sexta-feira, o mercado interno de soja encerrou a semana calmo nas diferentes praças de negociação do país. Em dia volátil, a oleaginosa encerrou a sessão com preços pouco alterados e somente lotes pontuais comercializados no país. Em Chicago, a commodity voltou a subir, chegando a operar na casa dos US$ 14,65 por bushel e fechando acima da linha de US$ 14,50. O câmbio também registrou ligeiros ganhos, perdendo o suporte ao redor de R$ 5,00 por dólar ao longo do dia, mas recuperando e finalizando acima desse patamar. As cotações dos fretes tiveram oscilação mista na semana, com o maior recuo sendo nos fretes com origem em Dourados.

RS: dia de preços firmes e mercado calmo no estado. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de agosto/21, indicações de compra entre R$ 165,50 e R$ 166,50 por saca CIF, enquanto no spot a indicação fica em R$ 164,50. No interior do estado, indicações entre R$ 158,50 e R$ 159,50 por saca FOB para embarque e pagamento curtos.

PR: mercado calmo e cotações de estáveis a mais altas no estado. Para embarque e pagamento em meados de agosto deste ano, indicações de compra entre R$ 166,50 e R$ 167 por saca CIF na região portuária. Na região oeste, indicações de compra na faixa de R$ 159,50 por saca para embarque e pagamento em meados de julho/agosto deste ano, porém somente lotes pontuais foram comercializados.


CHICAGO(CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em alta no grão e no óleo, e em queda no farelo na sextafeira. Nas posições spot, ganhos de 0,34% no grão e de 2,73% no óleo, e perdas de 0,49% no farelo. No melhor momento do dia, o contrato julho/21 do grão atingiu a máxima de US$ 14,65 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 14,5175 por bushel. Por volta das 14h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 6 pontos nos principais vencimentos. O vencimento agosto/21 operava com ganhos de 3,75 pontos, com negócios a US$ 14,3350 por bushel.

• Em dia volátil, os ganhos predominaram e aumentaram a forte valorização da semana, que superou 10% nas posições mais negociadas.

• Com o feriado de segunda nos Estados Unidos - Dia da Independência -, os negociadores buscaram posicionar suas carteiras. Os impactos positivos do relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que indicou área e estoques trimestrais abaixo do esperado, e a previsão de clima seco no Meio Oeste ajudaram na leve alta.


ARGENTINA A rápida baixa nos níveis de água no Rio Paraná estão testando o comércio de soja da Argentina. O risco de que navios fiquem aportados diminui o carregamento das embarcações, atrapalha as programações e atrasa os envios. As exportações pelo porto de Rosário de janeiro a maio caíram mais de dois terços, para 271,808 milhões de toneladas, conforme dados do ministério de agricultura do país. O nível no porto, que embarca cerca de 80% dos produtos agrícolas argentinos, estava cerca de 40 centímetros acima do nível do mar em 22 de julho, bem abaixo da média de 3,5 metros acima do nível do mar, conforme agência de meteorologia nacional do país. Até 6 de julho, o nível deve cair para 7 centímetros. A situação deve ficar ainda mais crítica nos próximos meses devido à continuidade do tempo seco.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em alta de 0,17% no mercado à vista, cotado a R$ 5,0540 para venda, engatando a quarta sessão seguida de sinal positivo em dia de forte volatilidade, em meio aos ruídos políticos que levaram a moeda local a se deslocar dos pares no exterior, onde a maioria das divisas de países emergentes reagiram positivamente ao resultado acima do esperado do relatório de empregos nos Estados Unidos, o payroll, que apontou a criação de 850 mil vagas de trabalho no país em junho. Com isso, a moeda norte-americana interrompeu duas semanas seguidas de queda e subiu 2,39%.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax