Voltar

Informativo Diário

11/11/2021

FÍSICO SEGUE LENTO E PREÇOS OSCILAM DE FORMA MISTA NO PAÍS

Na quarta-feira, o mercado interno de soja permaneceu arrastado nas diferentes praças de negociação do país. Iniciando o pregão no campo negativo, a moeda norte-americana chegou a operar nos níveis de R$ 5,44 por dólar, pressionando as cotações domésticas. Porém, na parte da tarde, reverteu a queda e fechou acima da linha de R$ 5,50. Em Chicago, a commodity teve nova sessão positiva, encerrando acima do patamar de US$ 12,00 por bushel e contribuindo para a sustentação dos preços físicos. Sem interesse por parte dos agentes, o mercado esteve pouco ofertado e não foram reportados negócios significativos.

RS: preços oscilando de forma mista em um mercado pouco agitado. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de junho/22, indicações de compra entre R$ 156 e R$ 158 por saca CIF. No interior do estado, indicações até R$ 160 por saca FOB para embarque e pagamento no final do mês de novembro.

PR: dia de pouca movimentação e cotações apenas nominais no estado. Para embarque imediato e pagamento no final do mês de novembro, indicações de compra entre R$ 160 e R$ 161 por saca CIF na região portuária. Na região oeste do estado, indicações nominais na faixa de R$ 156 por saca para embarque e pagamento também no final do mês de novembro.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em alta no grão e no óleo, e mistos no farelo na quarta-feira. Nas posições spot, ganhos de 0,33% no grão e de 1,14% no óleo, e perdas de 0,02% no farelo. No melhor momento do dia, o contrato novembro/21 do grão atingiu a máxima de US$ 12,0975 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 12,0350 por bushel. Por volta das 14h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 8,50 pontos nos principais vencimentos. O vencimento março/22 operava com ganhos de 8,25 pontos, com negócios a US$ 12,32 por bushel.

• O mercado se recuperou após atingir, na terça, o menor nível desde dezembro de 2020.

• Os preços repercutem o indicativo do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) de safra norte-americana abaixo do esperado. O mercado esperava um aumento na previsão. E analistas consideram que o mercado estava sobrevendido.


CHINA Na véspera de uma tão esperada reunião virtual com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, o presidente da China, Xi Jinping, afirmou que o país está disposto a trabalhar com os Estados Unidos, desde que haja respeito mútuo. As informações são da agência de notícias "Dow Jones". Pequim costuma usar o termo "respeito mútuo" para pedir uma comunicação mais favorável com os Estados Unidos. "No momento, as relações China-EUA estão em uma conjuntura crítica histórica", disse Xi, de acordo com uma carta dirigida ao Comitê Nacional de Relações entre os Estados Unidos e a China, uma organização sem fins lucrativos com sede em Nova York.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em R$ 5,5010, com alta de 0,18%. A moeda, que caiu durante grande parte da sessão, embalada pelo avanço dos Precatórios, se fortaleceu com o aumento do Indice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) e do Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que avançou 1,25% em outubro ante setembro. Segundo a economista-chefe da Veedha Investimentos, Camila Abdelmalack, "a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) ter superado a etapa da Câmara dos Deputados, junto com os comentários do (presidente do Senado) Rodrigo Pacheco (PSD-MG), dizendo que a votação será célere, deu um fôlego para o real".


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax